Ensino/Cursos » Varia

Fenomenologia da experiência da Dor: Dor de Corpo vs Dor de Alma ou Discurso sobre o Incomunicável (1ª Edição)

Fenomenologia da experiência da Dor:  Dor de Corpo vs Dor de Alma  ou Discurso sobre o Incomunicável (Vagas Limitadas!)

Seminário Avançado (Intensivo) de Formação (áreas da Saúde) (Iatrofilosofia)

Docente: Luís Filipe B. Teixeira (PhD) (Formador Certificado)

Data: 20 e 21 de Novembro de 2015

Duração: 12 (Doze) horas

Horário: Sexta (18h-21h) e Sábado (10h-19h: com 01h intervalo almoço, entre as 13h-14h)

Vagas: O número de vagas para esta 1ª edição deste Seminário Avançado é limitado

Local: Atrium Saldanha (Lisboa) (sala devidamente equipada e preparada)

Participação: € 50,00 (inscrição/Candidatura) + € 350,00 (frequência) (as eventuais desistências não dão lugar à restituição dos valores recebidos)

CONDIÇÕES ESPECIAIS E DESCONTOS

(Atenção: todos estes descontos não são cumulativos. Em caso de se aplicarem duas ou mais situações, consideram-se as mais favoráveis para os participantes)

1) Os Sócios da SPDOF têm 20% de desconto no valor da Inscrição/Candidatura

2) Primeiros cinco inscritos estão isentos de pagamento do valor de Inscrição;

3) Se publicitar cinco vezes (em dias diferentes) no perfil do seu FB terá direito a um desconto de 50% no valor da Inscrição;

4) Isento de pagamento do valor de inscrição se trouxer um Amigo(a) (participante);

5) Até 30 de Setembro, desconto de 50% no valor de Inscrição; e de outros 50 % no valor da frequência.

Candidaturas: Através da secção Contactos (indicar: Nome e Apelido; email; telemóvel; Habilitações; Profissão; Motivação para frequentar o Seminário)

Certificado: No final, a quem frequentar a totalidade do Seminário, será passado um certificado de frequência por parte do Formador.

O que me dói não é
O que há no coração
Mas essas coisas lindas
Que nunca existirão...

 

São as formas sem forma
Que passam sem que a dor
As possa conhecer
Ou as sonhar o amor.

São como se a tristeza
Fosse árvore e, uma a uma,
Caíssem suas folhas
Entre o vestígio e a bruma.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"



 A pele humana separa o mundo em dois espaços.

 Lado cor, lado dor

 Paul Valèry, Maus Pensamentos e Outros

 
  

A maior parte do corpo fala apenas para sofrer.

Qualquer órgão que se dá a sentir é já suspeito de desordem.

Feliz silêncio das máquinas que funcionam bem 

Paul Valéry, Cahiers I

 

Sócrates, segundo Platão, não prescrevia medicamento algum para a dor de cabeça de Cármides antes de este ter sossegado o seu espírito agitado; o corpo e a alma devem ser cuidados ao mesmo tempo, como a cabeça e os olhos.

Robert Burton (citado por Oliver Sacks)

 

Destinatários

Profissionais das áreas da Saúde, Médicos (das diversas áreas de Especialidade), Terapeutas (incluindo das Terapias Não Convencionais), Profissionais dos cuidados de saúde primários ou dos cuidados continuados e paliativos, enfermeiros, profissões ligadas às tecnologias da saúde, assistentes sociais, psicólogos e demais técnicos.

Objectivos

 O fenómeno da dor é, sem dúvida, das sensações mais generalizadas do género humano. Tal não quer dizer que seja das realidades corporais melhor conhecidas, bem antes pelo contrário. Já na «experiência grega (clássica)  do mundo», tal como para famosos médicos da Grécia antiga, tratar o corpo pela medicina era indissociável da prática, simultânea, de terapias da alma. Apesar das dores físicas serem usualmente reportadas a localizações corporais e anatómicas específicas, numa relação orgânica de causa-efeito, modeladas pela intensidade, volume, duração, etc, contudo, as dimensões subjectivas da dor, de ordem individual e privada exigem outra cartografia, desde logo, para a própria exigência de diagnóstico e terapia. Se tal é válido para as ‘dores de corpo’, consciência da (nossa) corporeidade, mais o é para as ‘dores de Alma’, de profundidade maior e fontes, normalmente, mais recônditas e holísticas. Por outro lado, como pensar ou comunicar  o que é da ordem da ‘pura sensação’? Mais ainda: Como traduzir em palavras (objectivas), passíveis de serem clinicamente enquadráveis, tendo em vista a(s) terapia(s) a aplicar, o que é da ordem, paradoxal, da subjectividade sensorial humana? Qual a hermenêutica (e grelha interpretativa) passível de compreender e interpretar o que, em termos corporais, se manifesta, maioritária e naturalmente, de forma local, em partes, assim sendo expresso pelo próprio Paciente? Não terá de ser percebido holisticamente, para além do ‘mero’ exercício científico e técnico (clínico)? Sem dúvida, só a multidisciplinaridade poderá aceder a esse(s) universo(s), perceptivo e representativo, holisticamente encarado, para além de uma qualquer manifestação casuística e pontual, cada uma delas contribuindo com os seus olhares e conhecimentos para uma visão alargada (humanista) do Paciente. Ora, este Seminário Avançado (Intensivo) pretende isso mesmo: Apresentar e problematizar esta(s) outro(s) mapeamento(s) da(s) Dor(es), redimensionando esta fenomenologia (='discurso sobre o que se manifesta') da «experiência da dor» no quadro do paradigma da «teoria, técnica e prática» clínicas, de Oriente a Ocidente.

Tópicos Programáticos


Introdução: Fenomenologia e Experiência da Dor: Porquê?

1.Do sentir: Subjectividade do Corpo (σόμα, sóma) em Dor/ da Alma (Ψυχή, Psychē) em Dor

2. A Dor e suas Metáforas: Da ‘Dor-dor’ à ‘Dor-prazer’ (o exemplo do sadomasoquismo)

3. Dor Mimética (‘dor da carne’) vs Dor virtual/dor simpáthica (‘sentir’ as dores do Avatar)

4. O Pathos (παθός): Metamorfoses da Dor

5. As construções sociais da Dor e Antropologia da Dor

6. Dor e usos sociais: Indivíduo, dores, iniciação e ‘Abertura ao Mundo’

7. Como ‘comunicar’ o ‘incomunicável’?

Conclusão

Bibliografia básica


AA.VV. Stanford Encyclopedia of Philosophy («Pain»)

AA.VV. Revistas Dor (Órgão de Expressão Oficial da APED)

Aristóteles (2004), Ética a Nicómaco, Lisboa: Quetzal Editores

Bataille, Georges (1994), A mutilação sacrificial e a orelha cortada de Van Gogh, Lisboa: Hiena Editora

Borel, Frances (1992), Le Vêtement Incarné: Les Métamorphoses du Corps, Paris: Calmann-Lévy

Bourke, Joanna (1999), The Story of Pain: From Prayer to Painkiller, Oxford: Oxford Press (Kindle Edition)

Breton, David Le (1995), Compreender a Dor: Um estudo sobre a relação do Homem com a dor física em diversos tempos e em diversas culturas, Cruz Quebrada: Estrela Polar

Cervero, Fernando (2012), Understanding Pain: Exploring the Perception of Pain, NY: MIT Press (Kindle Edition)

Damásio, António (2000), O Sentimento de Si: O Corpo, a Emoção e a Neurobiologia da Consciência, 8ª edição, Lisboa: Publicações Europa-América [sobretudo, pp. 93-101, 98, 181-183 e 359]

Damásio, António (1994), O Erro de Descartes: Emoção, Razão e Cérebro Humano, Lisboa: Publlicações Europa-América [sobretudo, pp. 259-271]

Deleuze, Gilles (1973), Sade/Masoch, Lisboa: Assírio e Alvim

Descartes, R., (1976), Meditações sobre a Filosofia Primeira, introdução, tradução e notas pelo prof. Gustavo de Fraga, Lisboa, Livraria Almedina, 1976 (Primeira Meditação ("Em que são demostradas a existência de Deus e a distinção da alma e do corpo", pp, 105-115); Segunda Meditação ("Da natureza do espírito humano. Que se conhece melhor do que o corpo", pp. 117-133; e Sexta Meditação ("Da existência das coisas materiais e da distinção real entre a alma e o corpo", pp. 197-225))

Dias, Isabel Matos (1989), Elogio do sensível: Corpo e reflexão em Merleau-Ponty, Lisboa, Litoral (sobretudo, cap. IV: "O corpo como mediador da reflexão", pp. 97-132; cap. V: "A reflexão e o sensível: A reabilitação do sensível", pp. 161-200; e cap VII (parte 1.): "Dos modelos à matriz da reflexão", pp. 201-216)

Dick, Philip (2006), O andróide e o humano, Lisboa: Nova Vega [sobretudo: «O Andróide e o Humano»: 30-75; e «Homem, Andróide e Máquina»: 77-115]

Gadamer, Hans-Georg (2009), O Mistério da Saúde: O Cuidado da Saúde e a Arte da Medicina, Lisboa: Edições 70

Gil, José (1997), As Metamorfoses do Corpo, 2ª edição, Lisboa: Relógio d’Água [sobretudo: «O significante flutuante»:16-32; «A elaboração do corpo da Ciência»: 130-147; e «O interior do corpo»: 215-222]

Gil, José (1994), Monstros, Lisboa: Quetzal [sobretudo: «De uma certa história da união da alma e do corpo»: 89-106

Goff, Jacques le (1985), As doenças têm história. Lisboa: Terramar

IASP-International Association for the Study of Pain

Jaspers, Karl (1998), O Médico na Era da Técnica, Lisboa: Edições 70 [sobretudo: A ideia de Médico»: 7-18; «Médico e Paciente»: 19-37; e «O Médico na Era da Técnica»: 39-57]

Leenhardt, Maurice (1976), Do Kamo: La personne et le mythe dans le monde mélanésien, Paris, Gallimard  (sobretudo os capítulos II ("La notion du corps", pp. 54-70); V ("Vie affective et toémisme", pp. 120-138); e XI ("Structure de la personne dans le monde mélanésien", pp. 248-271)

Merleau-Ponty, Maurice (1945), Phénoménologie de la perception, Paris, Gallimard (trad. brasileira, São Paulo, Martins Fontes, 1994) (sobretudo a Primeira parte: "Le corps", pp. 81-232; na trad. brasileira, pp. 111-270)

Merleau-Ponty, Maurice (1997), O Olho e o Espírito, Lisboa: Vega

Montaigne (1969), Essais, Paris:Garnier-Flammarion

Platão, Filebo (e outras obras a referir)

Sacks, Oliver (2013), Enxaqueca: Lisboa: Relógio d'Água

Sacks, Oliver (1985), O homem que confundiu a mulher com um chapéu, Lisboa: Relógio d’Água

Scary, Elaine (1985), The Body in Pain: The Making and Unmaking of the World, New York, Oxford: Oxford University Press (sobretudo: Part Two: «Making»)

Schwob, Marc (1994), A dor, Lisboa: Instituto Piaget

Sontag, Susan (2009), A Doença como Metáfora/A Sida e as suas Metáforas, Lisboa: Quetzal

Teixeira, Luis Filipe B. (2012), "Prolegómenos a uma fenomenologia da genialidade: Em torno da melancholia saturnina", in «Prefácio» a Ermelinda Maria Araújo Ferreira e Maria do Carmo Nino (orgs) Literatura e Medicina, Recife: Ed. Universitária/UFPE: 17-30

Teixeira, Luis Filipe B. (2009), Fernando Pessoa e a Filosofia Sanatorial: De «A Montanha Mágica» (T. Man) para «Na Casa de Saude de Cascaes» (ou vice-versa), passando por Caxias..., Lisboa: Nova Vega

Tucherman, Ieda (1999), Breve história do corpo e de seus monstros, Lisboa: Vega

 

Folheto

Patrocínio Científico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Veja estes vídeos e prepare-se para o nosso Seminário


[video introdutório]

 

[Discussão em torno do livro de Bourke, Joanna (1999), The Story of Pain: From Prayer to Painkiller, Oxford: Oxford Press (Kindle Edition), que poderá, sem dúvida, ser um dos pontos de partida deste Seminário Avançado]

  

 [Um dos outros lados da Dor: A anestesia...]

 

[Dor, medicação e...meditação...]

 

voltar


Enviar    Imprimir

Copyright © 2018 | Luis Filipe B. Teixeira
powered by: CANALPT
Creative Commons License